Psicanálise

Não há como definir a psicanálise sem mencionar Freud, já que, como conhecido por todos, ele é o “pai” da psicanálise. Foi a partir da escuta singular do sofrimento humano que ele criou o método psicanalítico.
Segundo Lacan, a psicanálise é uma experiência, na qual a partir da escuta do analista é dado lugar à palavra do sujeito. Para cessar o sofrimento e encontrar-se com sua verdade, seu desejo inconsciente, a parte mais íntima de si mesmo, o único caminho é falar daquilo que sofre e interrogar-se sobre o que lhe causa.
Para que o processo analítico aconteça é necessário ter um desejo decidido de saber, pois este percurso não acontece sem sofrimento e angústia. Existe um preço a se pagar por uma transformação subjetiva, visto que a análise não é uma mudança de comportamento para uma adequação social. Ela é o que viabiliza você poder escolher bancar o seu desejo e ser o que é, apesar de..
Encerramos esta breve definição com um trecho, que bem cabe aqui, da música “Dom de iludir” de Caetano Veloso:
“Cada um sabe a dor e a delícia de ser o que é”
E você, será que já sabe?

Campos de Atuação:

Serviço de neuropsicologia e psicopedagogia avaliação neuropsicológica em criancas, adolescentes e adultos, Avalição psicoeducacional e psicológica, Atendimento psicogerapeutico na abordagem da terapia cognitivo comportamental. Atendimento psicopedagógico a crianças com dificuldades e/ou transtorno de aprendizagem.